11.10.11

Como planeio acordar o viking conquistador que espero existir em mim

Dei por mim a renascer algumas vezes na minha ainda curta existência. Ainda curta.Neste Outubro decidi repetir, mas não tenciono chorar ao chegar. Pelo menos não por enquanto. Reconquistar-me continua a parecer um bom ponto de partida, pelo que passei à identificação das marcas, à infiltração em território inimigo e quasi desconhecido - que as noites em branco consecutivas fazem-nos esquecer de muita e vital coisa. As minhas estratégias mais eficazes passam sempre por esta espécie de preliminar.
Começo por agradecer a Carlos Magno a invenção da escola, sem a qual nunca me conseguiria desprender da relação fusional a que mais ou menos involutariamente me tinha lançado com as minhas crias.
Palavra chave desta nova vida : hedonismo. Nada de chocante. Definição e esclarecimentos em posts posteriores.

4 comentários:

  1. Que seja um renascimento sem dores de parto nem de crescimento, só com coisas boas e vontade de fazer ainda mais e mais :)

    ResponderEliminar
  2. He-do-nis-mo...hmmm, que maravilha, isso parece música nos meus ouvidos. Chocolate na língua. Água do mar na pele e sei lá eu que mais.
    Assim, sim, vale a pena nascer. Mais uma vez.

    ResponderEliminar

Pessoas

Nomadas e sedentarios