2.11.12

E passa ...


Ele, 4 anos, anda de bicicleta na areia dura da maré baixa, de uma praia do norte da Bretanha. Ele, 76, corre ao lado, excitado com tamanha façanha. Temos que o levar a fazer sky !
Ela, 6 anos, apanha conchas e corre. Ele, 37, lança-lhe o papagaio e desenha-lhe uma pista de ciclismo ambiciosa.
Eu, olho, tiro fotos e escrevo. Hoje o meu papel é o passado que vamos recordar no futuro. Assim de repente, não sei ao certo quantos anos tenho. Nasci no final de 74, é fazer as contas.

10 comentários:

  1. Às vezes tens 17 e às vezes 37. E às vezes, se calhar, tens 67.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes que estou tentada a festejar esta semana 40 anos ?
      Daqui até à data do meu aniversario, ainda me falta uma catrefada de dias e tenho pressa. Não gosto de surpresas, nem de suspense. E depois, para que serve ter 38, 39, se toda a gente sabe que é aos 40 que a vida começa ?

      Eliminar
    2. Ofereço-te dois de bom grado, não seja por isso :)

      Eliminar
  2. lindo!
    se decidires vir esquiar para estes lados da um salto à biblioteca antes de pores os esquis :)
    bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso andamos à procura de uma estação familiar e pequenina para Fevereiro. Se souberes de alguma para esses lados, garanto-te que vamos visitar a biblioteca da região.

      Eliminar
  3. Lindo, tudo.
    E tu, cronista, não tens idade, tens essência.

    ResponderEliminar

Pessoas

Nomadas e sedentarios