5.3.10

Adam Green para genro


Eu sei, eu sei, são eles que escolhem o genro e as noras, que agora os tempos são outros, que está tudo trocado, que os pais já não mandam nada, mas ... só como media preventiva, no caso hipotético e pouco provável de num futuro muito longíquo, a Minúscula querer agradar a mãe, fica aqui uma indicação do que eu gostaria de conhecer e a quem gostaria de dar a mão da minha filha. E sim, eu sei que isto já não se faz, nem diz ... Mas, só pelo sim, pelo não ... Adam Green. Em versão 25 anos mais novo, bien sûr !
Para saber o que interessa sobre este Adam, clique aqui

Não sei porquê mas acho que este post me vai dar má reputação como mãe... A ver se me lembro de apagar isto antes da Minúscula aprender a ler. A ver se não me esqueço que não é boa ideia escrever posts no blogue maternal depois de assistir um concerto delirante...

3 comentários:

  1. Eu gostava mais de ter um Jamie Oliver como genro. Mas para isso tenho de fabricar descendência primeiro, depois, atormentar a prole com os meus maus cozinhados (esta parte é fácil) e depois esperar que surja uma variante à escala etária do Jamie...

    ResponderEliminar

Pessoas

Nomadas e sedentarios